Apps Apps Gerais Destaque Jogos Notícias Review UWP

Pixel Survival – Os monstros atacam à noite

É já hábito ouvir-se dizer que a plataforma Windows tem poucas aplicações e poucos jogos, sendo esta lacuna muitas vezes apontada como uma razão para mudar de plataforma. Para combater este estigma, e porque acreditamos que a plataforma Windows tem muito para oferecer, todas as semanas falamos de um novo jogo que talvez não soubesse que existia, para lhe mostrar que ainda tem muito que fazer antes de deixar o Windows.

O jogo desta semana é Pixel Survival, um jogo de sobrevivência no qual terá de construir e melhorar os seus equipamentos para se defender dos monstros que o atacam à noite.

Pixel Survival permite-lhe jogar sozinho ou juntar-se a um grupo de pessoas através da internet, uma funcionalidade que certamente muitos apreciarão. O ecrã inicial permite-lhe iniciar um novo jogo, comprar itens melhores do que os padrão. Estes itens são comprados com moedas, que podem ser obtidas dentro do jogo, ou cristais, que normalmente terão de ser comprados com dinheiro real, embora haja outras formas de obter alguns. Ainda no ecrã inicial pode alterar para o modo multijogador, que pode ser online ou na rede local.

Por vezes, o ecrã inicial mostra algumas ofertas publicitárias que fazem com que o ecrã fique algo confuso.

wp_ss_20160830_0005

A jogabilidade de jogo consiste em sobreviver o maior número possível de dias. Durante o dia, não aparecem monstros, e o seu objectivo é recolher materiais para contruir armadilhas e melhorar as suas armas. Isto acontece automaticamente quando se colocar junto de árvores ou rochas, de onde a sua personagem extrairá os materiais até que o objecto desapareça.

Existem cinco tipos de materiais, alguns mais raros que outros, e estes são usados para construir diferentes tipos de armadilhas ou melhoramentos. Cada item tem um custo diferente e usa diferentes tipos de materiais.  A construção de armadilhas tem sempre o mesmo custo, mas o melhoramento de armas e outros itens custa mais à medida que o torna melhor. É relevante mencionar que as melhorias são perdidas caso perca o jogo.

wp_ss_20160904_0002

À noite, surgem os monstros que o tentam matar. É aqui que as armadilhas são úteis, pois causam danos aos monstros anda antes destes se aproximarem do jogador. Claro que, caso se aproximem, pode usar a sua espada para se defender, mas também sofrerá algum dano. Por isso, é bom melhorar tanto as suas armadilhas como a sua espada.

No modo multijogador, a jogabilidade é essencialmente igual mas juntam-se quaro jogadores para sobreviver o maior tempo possível. Em multijogador, não deve lutar só pela sua sobrevivência, mas também para proteger o servidor do jogo, pois se este morrer, todos os jogadores perdem.

wp_ss_20160830_0004

Na versão que testámos, surge uma mensagem a informar que temos uma versão desactualizada da aplicação ao iniciar o modo multijogador, mas não existe qualquer actualização disponível. Isto parece indicar que, infelizmente, a versão para Windows pode não ser actualizada tão frequentemente quanto as outras versões. Apesar disso, o jogo parece funcionar normalmente.

O jogo opta por um aspecto retro, com personagens e objectos pixelizados, mas ainda assim o jogo sofre de alguns problemas de fluidez, particularmente ao matar monstros, situação em que a imagempode bloquear um ou dois segundos, pelo menos num Lumia 640. Torna-se claro que o jogo precisa de alguma optimização.

Com base no tempo que passámos com Pixel Survival, o jogo é definitivamente interessante e desafiante, mesmo tendo em conta alguns problemas que encontrámos. Apesar de precisar de alguma optimização, Pixel Survival é um jogo divertido e por isso recomendamos que o experimente. Talvez uma actualização futura o torne ainda melhor.

Pixel Survival na Loja Windows (gratuito, com compras dentro da aplicação)

Sobre o autor

João Carrasqueira

Com 20 anos, licenciado em Assessoria e Tradução, João é um grande fã de tecnologia, especialmente tudo o que esteja relacionado com a Microsoft. Também tem uma paixão pelos videojogos da Nintendo.

  • Eduardo Schicovski

    Parece um bom passatempo

    • João Carrasqueira

      Não é o meu jogo favorito, mas é divertido.

  • Rafael Ferreira

    adorei o jogo

Comentários recentes