Destaque Notícias Smartphones Windows 10 Mobile

Microsoft anuncia Lumia 650, e não é assim tão mau

A Microsoft anunciou hoje o Microsoft Lumia 650, dirigido a clientes empresariais, depois de vários rumores indicarem a data de hoje como aquela em que o anúncio seria feito. Apesar da controvérsia gerada inicialmente em torno das especificações do dispositivo, o Lumia 650 não deixa muito a desejar para o seu preço que deverá ser inferior a 200 euros.

Primeiro, porque o telemóvel é muito fino e leve. Com 6.9 mm de espessura e 122 gramas de peso, o Lumia 650 é ainda mais compacto que o iPhone 6s, que tem 7.1 mm de espessura e pesa 141 gramas.

Além disso, o aparelho tem uma “moldura” metálica que é feita de, pelas palavras da Microsoft, “alumínio anodizado, altamente polido e cortado a diamante”. Mas se esperava que o metal significasse a ausência de cartão SD ou bateria amovível como aconteceu com o Lumia 930 em 2014, pode esquecer isso. O Lumia 650 tem suporte para cartões microSD para além do seu armazenamento interno de 16GB, e a bateria de 2000 mAh pode ser removida sempre que quiser.

Já que falamos no armazenamento interno, é bom relembrar que 16GB é o dobro do presente no seu antecessor, Lumia 640, mantendo-se a memória RAM. Além disso, o controverso processador não é pior que o Snapdragon 400. Pelo contrário, o Snapdragon 212 é mais recente e tem uma frequência mais elevada de 1,3 GHz, comparativamente aos 1.2 GHz do Snapdragon 400 utilizado no Lumia 640. A Microsoft poderia ter optado por um Snapdragon 410? Sim, mas pelo preço que se pede, este não é assim tão mau, até porque ainda falta falar do ecrã.

Sim, porque o ecrã também surpreende. Sabíamos já que teria 5 polegadas e resolução HD (1280 por 720 pixéis), o que nos levava a crer que seria igual ao Lumia 640. Mas a verdade é que este ecrã será um ecrã AMOLED, uma tecnologia mais cara, e pouco comum em smartphones desta gama. A tecnologia AMOLED oferece cores mais vivas que os ecrãs LCD, e é conhecido por poupar alguma bateria quando se trata de reproduzir o preto no ecrã, algo muito comum ao utilizar a funcionalidade Ecrã de Relance do Windows 10 Mobile, que este telemóvel também suporta. Talvez por isso, bem como pelo facto do processador Snapdragon 212 usar menos energia que os da série 4xx, a Microsoft reduziu o tamanho da bateria para os 2000 mAh, um corte de 500 mAh face ao Lumia 640. Já agora, o ecrã é protegido por Gorilla Glass 3 da Corning, tal como o seu antecessor.

Por fim, não esquecer que a câmara frontal passa a ter 5 MP, um melhoramento considerável face aos 0.9 MP da câmara frontal do Lumia 640, e a abertura da lenta é também melhor nesta câmara frontal, igualando agora a da câmara traseira (f/2.2). Já a traseira mantém a mesma resolução, mas podemos  presumir que tal como o Lumia 550, haja algumas melhorias que não são visíveis nestes números. Uma limitação algo incompreensível mencionada na página da Microsoft é a resolução da captura de vídeo, que se restringe a 1280 por 720 pixéis nas duas câmaras, ao passo que a câmara do Lumia 640 gravava com resolução até 1920 por 1080.

Resumimos então as especificações técnicas do Lumia 650:

  • Ecrã AMOLED de 5 polegadas HD (1280 x 720) protegido por Gorilla Glass 3 da Corning
  • 6.9 mm de espessura e 122 gramas de peso
  • Moldura em alumínio anodizado
  • Bateria amovível de 2000 mAh
  • 16 GB de armazenamento interno, com suporte para cartões MicroSD até 200GB
  • 1 GB de memória RAM
  • Câmara traseira de 8MP, frontal de 5MP, ambas com gravação de vídeo HD até 720p

Fique com um vídeo hands-on do telemóvel (em francês):

 

Sobre o autor

João Carrasqueira

Com 20 anos, licenciado em Assessoria e Tradução, João é um grande fã de tecnologia, especialmente tudo o que esteja relacionado com a Microsoft. Também tem uma paixão pelos videojogos da Nintendo.

  • Miguel Senos

    pelo menos este é em aluminio

  • Everton Lima

    acho que vai ser o proximo da minha esposa

Comentários recentes